Nossos amigos!

videos

Loading...

INSETOS ARTIFICIAIS COM CHIP

quarta-feira, 25 de novembro de 2009




Exército dos EUA Cria Besouros Vivos Controlados Por Controle Remoto - E em Humanos?

Espiões poderão em breve fazer escutas usando insetos reais, graças a uma pesquisa financiada pelo exército americano.

A Agencia Americana de Projetos de Pesquisas Avançadas passou anos desenvolvendo uma tropa inteira de insetos cyborg, na esperança de criar a perfeita 'mosca na parede'.
Agora, uma equipe de pesquisadores liderada por Hirotaka Sato criou besouros-cyborg que são controlados remotamente através de um laptop.
Utilizando implantes, eles descobriram como controlar a decolagem, vôo e pouso do besouro, estimulando o cérebro a mexer as asas de forma correta.
Eles controlam curvas através do estímulo dos músculos basilar de um lado ou do outro para fazer as asas daquele lado se mover mais rápido.
A filmagem dos besouros em ação foi lançado no YouTube, veja mais abaixo.

Eles foram implantados no besouros quando estes estavam na fase de pupa.
Três tipos de grandes besouros originários do país de Camarões foram utilizados nos experimentos na Universidade de Berkeley, na Califórnia. O menor tem 2 centímetros de comprimento, enquanto o maior tem 20cm.
...
Segundo o professor Noel Sharkey, um perito internacional em inteligência artificial e robótica da Universidade de Sheffield, houve tentativas no passado de controlar insetos, como baratas, mas esta é a primeira vez que se consegue controlar o vôo dos insetos remotamente.

O Professor Sharkey questionou a aplicação militar de besouros controlado remotamente pois seria necessário também implantar um transmissor GPS e uma câmera, o que seria demasiado pesado mesmo para o maior besouro carregar.

Os pesquisadores de Berkeley sugeriram que os besouros 'Cyborg' - parte besouro, parte máquina - poderiam servir como modelos para micro-aéro-veículos.

Sato e colegas disseram também que os besouros poderia servir como "correios" para locais inacessíveis. A equipe de Berkeley também estáfazendo o experimento em libélulas, moscas e traças por causa de sua "capacidade inigualável de vôo".

O objectivo final do DARPA é criar insetos-cyborg que podem voar mais de 300 pés até seu alvo, permanecer estáticos até que seja enviada uma ordem para se voar novamente.
...
O "implante" usa estimuladores de nervos e músculos, uma micro-bateria e um microcontrolador com uma antena.




0 comentários: