Nossos amigos!

videos

Loading...

FHC Irá Propor Legalização da Maconha à ONU

segunda-feira, 31 de maio de 2010




Defensor da legalização da maconha como forma de combater a nefasta influência exercida por grupos criminosos em vastas áreas do território paraguaio, o jornal ABC Color revelou, neste final de semana, que a proposta de legalizar a droga conta com a simpatia do ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso.

De acordo com o ABC Color, Fernando Henrique faz parte de um grupo criado para debater o tema do narcotráfico na América Latina e que inclui, ainda, intelectuais como Mario Vargas Llosa e ex-presidentes como César Gaviria (Colômbia) e Ernesto Zedillo (México).

A intenção da Comissão Latinoamericana Sobre Drogas e Democracia, que reuniu-se no último dia 11, no Rio de Janeiro, seria apresentar à Organização das Nações Unidas (ONU) uma proposta de legalizar o uso e a comercialização da maconha, de maneira a, pelo menos, instalar o debate mundial sobre o tema.

A respeito, o jornal paraguaio opina que “amplos círculos (da sociedade) continuam fechando os olhos ante este tema e dando como fato que a legalização não é mais que uma aloucada apologia de grupos da geração hippie ou de jovens desgarrados que buscam, por pura rebeldia, o caos da sociedade”.

“Dificilmente alguém poderá enquadrar dentro destas categorias personalidades como Cardoso, Gaviria e Zedillo, que somam-se a muitas outras, como o ex-presidente uruguaio Jorge Battle, e uma longa lista de intelectuais, cientistas e acadêmicos de primeiríssima ordem, incluindo, vários prêmios Nobel”

“Ainda há muita gente pouco informada sobre a natureza e os principais argumentos debatidos nesta nova visão que está abrindo caminho no mundo e na América Latina sobre o problema das drogas, em particular da maconha, que é o que mais interessa ao Paraguai”, avalia o ABC Color.

A conclusão mais importante do grupo, segundo o jornal paraguaio, é “o reconhecimento de que as políticas baseadas na repressão, impulsionadas amplamente pelos Estados Unidos e pela própria ONU, foram um fracasso”, com o aumento da produção e do consumo e o fortalecimento das máfias transnacionais.

“Não só a produção e o consumo continuam aumentando, apesar de todos os esforços, mas as máfias continuam fortalecendo-se cada vez mais, infiltrando-se nos sistemas políticos, judiciais e de segurança e comprometendo seriamente a governabilidade e a viabilidade da democracia em muitos países”.

“Como primeiro passo, a comissão planteará à comunidade internacional a despenalização do consumo da maconha, a menos perigosa das drogas ilegais, por ser o mais factível. Baseia-se no ponto de vista de que o problema das drogas deve ser tratado no âmbito da saúde e retirado do âmbito criminal”.

“A lógica que sobressai nesta proposta é a de que, embora a potencial legalização não acabaria com o negócio das drogas e, até é possível que o amplie até certo ponto, danificaria-se seriamente o grande maquinário criminoso que move-se por trás”, refere o ABC Color.



O MUNDO RUMO A NOVA ORDEM MUNDIAL
Faz o que tu queres há de ser tudo da Lei. ("Do what thou wilt shall be the whole of the Law.")Aleister crowley:

0 comentários: