Nossos amigos!

videos

Loading...

AQUECIMENTO GLOBAL=A GRANDE FARSA

terça-feira, 8 de setembro de 2009

a 13 vezes o número de cientistas da ONU (52 ao total) que aprovaram o alarmista 2007 Summary for Policymakers do IPCC.

A voz do coro dos cientistas “realistas” ou “céticos” ressoou com crescente força nos anos 2008 e 2009, constata o relatório.

Uma verdadeira enxurrada mundial de estudos, análises, coleções de dados do mundo real e de denúncias de improcedentes aplicações e comentários puseram em apertos o IPCC e o ativista Al Gore.

Acresce que os cientistas também não compreendem como Gore e o IPCC podem ter ganhado o Premio Nobel da Paz com sua anti-cientifica, ideológica e até estelionatária militância pelo catastrofismo climático.

Em Nova York, centenas de cientistas “realistas” acham absurdo o homem poder controlar o clima.

“Al Gore esteve nos enganando esse tempo todo! Isto é achincalhante!”, exclamou o deputado americano Dana Rohrabacher, da Califórnia, diante dos depoimentos de perto de 400 cientistas “realistas” reunidos em Nova York.

Eles participaram da 3ª Conferência Internacional sobre o Câmbio Climático visando responder com equilíbrio aos exageros do ecologismo catastrofista. Eles voltaram a se reunir no mês de junho em Washington D.C. Nesta ocasião publicaram uma refutação dos mitos climáticos num livro de 880 páginas: “Climate Change Reconsidered: The 2009 Report of the Nongovernmental International Panel on Climate Change (NIPCC)”. O relatório é uma resposta a agenda climática extremista do presidente Obama para a conferência de Copenhague, dezembro 2009.

Essas grandes assembléias não tiveram quase cobertura na mídia brasileira.

Craig Idso, Ph.D.,  presidente do Center for the Study of Carbon Dioxide and Global Change. Washington D.C, 2 de junho de 2009Elas foram promovidas pelo The Heartland Institute e outros “think tanks” e grupos “realistas” do Ocidente, Japão e Austrália.

Joseph L. Bast, presidente do Heartland Institute sublinhou: “se V. abre seu jornal, liga sua TV, provavelmente vai ver alarmismo catastrofista global e só isso”.

“Como é que você pode controlar o clima?”, perguntou argutamente o professor Bob Carter, da universidade australiana James Cook.

alt“Pretender que alguém possa controlar a natureza e regular os ritmos do clima, sobre tudo quando nem sequer nós somos capazes de predizê-lo corretamente, é algo patentemente absurdo”, disse Cook.

De fato, só um Deus Criador do Céu e da Terra é capaz de controlar o clima.

O catastrofismo ecologista reedita a historinha da criança impotente que pretende frear o mar construindo muralhas de areia. E, ainda depois choraminga porque não está conseguindo.

Vários comentários dos maiores cientistas do mundo sobre o aquecimento global

Dr. John Theon, ex-chefe do Programa de Pesquisas Climáticas da NASA:

Dr. John Theon, ex-chefe do Programa de Pesquisas Climáticas da NASA:
“Não se justifica racionalmente utilizar os modelos de previsão climática na hora de definir as políticas públicas.”






Robert Essenhigh, PhD, Professor de Engenharia Mecânica da Ohio State University:
Robert Essenhigh, PhD, Professor de Engenharia Mecânica da Ohio State University:
“Certamente podemos tentar o controle e freio da produção do dióxido de carbono, mas isto parece ter um custo entre altíssimo e catastrófico. E com qual finalidade, se ela não é problema? Eu não estou só nesta posição. Mas muitos que estão no poder não querem ouvir. Então, isto é ciência ou apenas política?”






Walter Cunningham, físico e ex-astronauta:
Walter Cunningham, físico e ex-astronauta:
“A NASA deveria estar na linha de frente colhendo provas científicas e desmontando a atual histeria do “aquecimento global antropogênico”. Infelizmente, está virando mais uma agência que caiu na política do aquecimento global ou, pior ainda, da ciência politizada.”




Dr. Harrison ‘Jack’ Schmitt, geólogo e ex-astronauta:
Dr. Harrison ‘Jack’ Schmitt, geólogo e ex-astronauta:
“É ridículo falar de ‘consenso’ em torno da idéia de que os humanos estão causando um ‘aquecimento global’ quando a experiência, os dados geológicos, a história e o atual esfriamento apontam no sentido oposto. ‘Consenso’ apenas quer dizer que não há um conhecimento definitivo. O susto com o aquecimento global está sendo usado como instrumento para o controle governamental da vida, da renda e da tomada de decisões dos cidadãos americanos”.


Ian Plimer, professor de Geologia da Universidade de Adelaide, Austrália:
Ian Plimer, professor de Geologia da Universidade de Adelaide, Austrália:
“O aquecimento global antrópico [ligado ao homem] é o maior, mais perigoso e mais ruinosamente caro golpe trapaceiro da história. É a nova religião para a população urbana que perdeu a fé no Cristianismo. O relatório do IPCC é sua Bíblia. Al Gore e Lord Stern são seus profetas."






Hajo Smit , meteorologista holandês, ex-membro do Comitê Holandês junto do IPCC:
Hajo Smit , meteorologista holandês, ex-membro do Comitê Holandês junto do IPCC:
“Gore incitou-me a [realizar] uma investigação científica profunda que me levou rápida e solidamente para o campo dos céticos … Os modelos climáticos, na melhor das hipóteses, podem servir para explicar as alterações climáticas depois delas terem sucedido”







Eduardo Tonni, chefe do Departamento de Paleontologia da Universidade de La Plata, Argentina:
Eduardo Tonni, chefe do Departamento de Paleontologia da Universidade de La Plata, Argentina:
“O alarmismo (do aquecimento global) tem a sua justificação no fato de que é algo que gera fundos [para investigação]. (...) Se alguém dizer que o câmbio global é provocado por efeitos naturais, ficará sentado a ver navios. (...) lamentavelmente, trata-se de mais um produto de mercado”



Dra. Joanne Simpson , cientista da [Física da] Atmosfera:
Dra. Joanne Simpson , cientista da [Física da] Atmosfera:
“Desde que deixei de fazer parte de qualquer organização e de receber algum financiamento [para investigação], falo com toda a franqueza: como cientista continuo cética”






Henrik Svensmark, diretor do Centro para Pesquisas do Clima Solar, Centro Espacial de Dinamarca:
Henrik Svensmark, diretor do Centro para Pesquisas do Clima Solar, Centro Espacial de Dinamarca:
“Aqueles que acham absolutamente certo que o aumento das temperaturas deve-se exclusivamente ao dióxido de carbono não tem justificação científica. É pura conjetura.”






Fonte: http://ecologia-clima-aquecimento.blogspot.com/


0 comentários:

Blog Archive